segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

EVT reduzida a um professor.

2 comentários:

pedro disse...

Quando a pancada é demasiado violenta o corpo fica sem sentidos. Parece-me que é o estado dos docentes de EVT no momento, e meu também. Reconheço que estou com alguma dificuldade em expressar a minha indignação, pois as questões e dúvidas são muitas. Tenho também participado em alguns bloques, apesar de achar que deveriamos afunilar ou centralizar as acções, dúvidas, sugestões,… num único espaço.
É Urgente que a ministra saia do seu palácio cor-de-rosa e explique com clareza o que pretende fazer a disciplina de EVT .
EVT-Ed. Visual e Ed.Tecnológica são duas disciplinas numa só. Com esta medida qual é a área que a ministra pretende suprimir, e quais os fundamentos?
-Que mudanças estão previstas para o programa de EVT e que competência irá suprimir?
-Dinheirinho é o que falta para manter os luxos da classe política. Vai ser a educação a pagar esta factura?
- É sobre a forma de uma “alinea” que se informa que milhares de docentes tem o seu posto de trabalho em risco? Tanto secretismo e falta de transparencia. Relativamente à Lei Geral do Trabalho, não será inocente esta tentativa de mudança, pois permitiria maior facilitismo nos despedimentos.
È URGENTE ESCLARECER TODAS AS QUESTÕES/DÚVIDAS E LANÇAR O DEBATE NA COMUNICAÇÃO SOCIAL

Safira disse...

Caro colega Pedro!

As questões que coloca são pertinentes. Neste momento ninguém sabe exactamente o que a ministra pretende, se calhar nem ela sabe, pois o Ministério das Finanças é que comanda toda esta engrenagem e como sabesmos tudo, mas tudo o que tem acontecido na educação desde há seis anos a esta parte, é uma ´política economicista que não olha a meios para atingir os fins... Haja esperança!